Rádio Romualdo – Sintonizando você com as melhores músicas.

menu x
menu x

NOTÍCIAS

Skank, que anunciou o fim da banda, entra em estúdio para gravar último CD

Skank entra nesta segunda-feira (4) no estúdio Sonastério, em Nova Lima. O que vai sair das sessões de gravação é uma incógnita. Tampouco se sabe como será lançado o resultado do trabalho. “Foi uma mera coincidência. (O início das gravações) Não tem nada a ver com a notícia”, afirmou ontem o baterista Haroldo Ferretti.
“A notícia” de que ele fala foi o anúncio de que a banda vai encerrar suas atividades. Em entrevista à Folha de S.Paulo, seguida de nota divulgada no site oficial da banda, o vocalista e guitarrista Samuel Rosa afirmou que o Skank vai fazer uma turnê de despedida ao longo de 2020.
E que, ao final do giro nomeado 30 anos, o grupo irá se separar “sem previsão de volta”. O Skank nasceu em BH, em 1991 – o primeiro show, em 5 de junho daquele ano, foi no extinto Aeroanta, em São Paulo.
NO CORAÇÃO MULTIDÕES
Confira os principais aspectos da trajetória da banda
1992
Uma banda desconhecida, de Belo Horizonte, cidade sem tradição de música pop, lança um CD independente numa época em que nem mesmo o vocalista tinha um aparelho de compact disc em casa. Com esta cartada, ousada para a época, o Skank fez seu cartão de apresentações. Em 1993, o álbum Skank foi relançado pela Sony Music, até hoje a gravadora da banda.
1994
Tributo ao Rei, um álbum com jovens bandas relendo Roberto Carlos, apresentou o Skank em uma gravação atualizada de É proibido fumar. A versão fez um sucesso tremendo, levando a reboque uma pá de canções autorais de Calango, o segundo álbum da banda. Ainda influenciado pelo dancehall jamaicano, o grupo emplacou Jackie TequilaO beijo e a rezaTe verPacato cidadãoAmolação. Com o disco, entrou para o grupo do milhão (bandas que vendiam mais de 1 milhão de cópias) e passou a ser conhecido em todo o Brasil.
1996
Uma garota com um “vestidinho preto indefectível”. Com a letra cheia de malícia de Chico Amaral, Garota nacional não foi somente o carro-chefe do álbum O samba poconé, disco mais vendido da banda. Foi também uma canção que ultrapassou fronteiras e fez a banda virar hit em alguns países da América do Sul e da Europa. Na Espanha, a versão em português fez mais sucesso do que a em espanhol.
1998
Se todo mundo está fazendo igual, vamos fazer diferente. O pop cheio de metais do Skank foi copiado à exaustão na época. Já prevendo um esgotamento do formato, a banda lançou Siderado, disco no molde dos anteriores, mas que tinha um diferencial: seu primeiro single, Resposta (Samuel e Nando Reis), era uma balada amorosa com ênfase nas cordas. É o lado canção do grupo, que vai se intensificar nos discos posteriores.
2000
Hora de começar de novo. Iniciada a nova década, o Skank se reinventa. Abole os metais, experimenta novos letristas (Lô Borges, Fausto Fawcett) e vai atrás de outras referências. Beatles, Clube da Esquina, brit pop. Maquinarama, disco em que a banda volta a gravar em BH, é um marco inicial da fase mais adulta do grupo.
2001
Crise do CD, pirataria em alta, é hora de deixar o estúdio de lado e lançar um projeto ao vivo. Em seu primeiro produto no formato (o chamado MTV ao vivo) o Skank foi até Ouro Preto, fechou a icônica Praça Tiradentes, que, lotada, cantou todo o repertório de hits. Foi ali que, pela primeira vez, o público levantou as camisetas nas mãos na hora da música Três lados, ainda hoje um dos grandes momentos de show da banda.
2010
Prestes a fechar para a reforma para a Copa do Mundo de 2014, o Mineirão, que em 1997 havia recebido a banda para a gravação do clipe É uma partida de futebol, reuniu 50 mil pessoas para um show de graça do Skank. Especial de TV, CD, DVD e Blu-ray, o projeto Multishow ao vivo – Skank no Mineirão foi um desfile de hits (o show durou três horas), que rendeu não só os produtos, como também uma extensa turnê nacional.
2011
Cada um tem seu próprio show preferido. O de Samuel Rosa foi o que o Skank fez no Rock in Rio daquele ano, que acabou rendendo mais um DVD. Mais do que as músicas dançantes, chamou a atenção o coro de milhares de vozes cantando a balada Sutilmente.

Facebook Comentários

NOTÍCIAS

PUBLICIDADE

B7
shares